Opinião, 'Opinativa' de Opiniões sobre Jornalismo, Onde andas tu?


Para vós, que lêem e sabem ler, que não pegam numa palavra de um texto e fazem um título, que não fazem do final o início, nem do início o final, nem se esquecem do meio ou miolo da questão, pergunto-vos o que é feito do Jornalismo? O Jornalismo de Investigação? Cá em Portugal, vamos ser pequenos, não temos de pensar mais além fronteiras, sejamos concretos, apenas em Portugal.

Cada vez mais vejo mais notícias, como diria o outro "fake news", e o que antes era apenas a CMTV e o Correio da Manhã, passo a publicidade à incompetência tanto porque vende mais, como pela falta de critérios e ética, por parte destas entidades que não entendo como são pagas para noticiar tanta falsidade e calúnia, de tanto mundo cor-de-rosa, tanto drama e depois quando confrontados com factos reais e a verdade, desmentem tudo e acham-se competentes, mas no quê?

Junto a este texto, jornais desportivos como A Bola, Record e O Jogo mediante os seus interesses, pela forma como comunicam, então A Bola, nem se importa de colocar notícias com erros ortográficos, é mesmo para despachar, o que importa é vender, nem que sejam mentiras, como diria o outro, quanto mais uma mentira é proferida, mais parece 'verdade', mesmo que não seja, e ainda o outro diria, se colarem o título a alguém de "Palhaço" a alguém, mesmo que a sua profissão seja outra, primeiro que consiga comprovar que não é um "Palhaço", já esgotou as lágrimas todas que teria para ter numa vida e como há tanta gente que acredita naquilo que é escrito num telejornal ou jornal, coitado ou coitada da pobre alma.

Acrescento também jornais diários e económicos, como Jornal de Notícias, o próprio Público que até a dado momento considerei interessante, Jornal I, até o Diário de Notícias já começa a apanhar o jeito, assim como o Económico (que agora também se vira para o desporto) que deu por si a vender mais a inventar notícias do que a tentar ser credível, o Expresso, o Sol nem se fala parece compincha do Correio da Manhã, assim como a revista Visão, de visão tem pouco, ou é vendada, até o Dinheiro Vivo para realmente ganhar algum dinheiro vivo se vende por notícias falsas, bem a lista aparenta continuar a crescer de falta de credibilidade e bom senso, fora a ética esquecida se eventualmente estudaram mesmo para Jornalismo, não sei como está agora a licenciatura (e o após).

A questão agora vai mais fundo, sei de muitos bons rapazes e raparigas que querem escrever e acreditam que podem escrever alguma coisa "livremente", sem lápis vermelho e azul, contudo ele existe, por mais bonito que se escreva e se calhar mesmo que tenham feito investigação, volta para trás ou o Chefe da Edição corta aquilo tudo e faz ele, mas em nome do seu 'pequenino escravo', e se não gosta, vai para a rua, porque o que não falta são licenciados desempregados à procura do mesmo ordenado mínimo, portanto é mais fácil como bom português, comer e calar, e em si vender-se dessa forma, seja a sua mente estar capturada por outrem ou sendo um mente capta, uma cobaia vá.

A pergunta que vos deixo a vós que ainda certamente se divertem a acreditar em tudo o que se lê e vem a público, tanto em jornais, revistas e televisão (então esta nem se fala), o que é feito dos Jornalistas? Aqueles que buscam? Aqueles que procuram? Aqueles que investigam? Que não se ficam por "fontes" e pelo "alegadamente", aqueles que procuram a Verdade e tentam informar o comum dos mortais a conhecer mais além?

Antes de terminar, deixo a nota que os telejornais, sinceramente cada qual à sua maneira, copia o modelo da CMTV, o importante são mortes, drama, destruição, e de lés-a-lés aparece uma notícia verdadeira e útil numa reportagem de 1 a 2 minutos (como os jornais fazem com uma 'janelinha'), no critério deles para parecer bonito e encher chouriços, no critério do cidadão, deveriam ser esses meros minutos que são dados, os que mais deveria de haver, contudo o importante é difamar, mentir, falsear informações, et cetera.

Façam um favor à sociedade e permitam que exista Jornalismo em Portugal, mesmo que nem toda a população seja sensata, ou ainda exista analfabetismo e ainda se vá pela aparência e não o conteúdo, digo eu.

Um Bem-Haja a quem ainda saiba pensar!

Comentários

Mensagens populares

Blogs Portugal

Marilyn Monroe - www.wook.pt A Questão Finkler - www.wook.pt